quarta-feira, 17 de dezembro de 2008

A SAGA DA LINHA EM FÚRIA!!!

Minhas queridas amigas...estou recebendo com muita felicidade muitos elogios dos meus trabalhos na máquina de costura. E um recadinho da Ro, me animou a escrever este post contando a historia completa, que vou titular como: A SAGA DA LINHA EM FÚRIA!!!

Quando "ganhei" a máquina emprestada da minha amiga, fiquei toda feliz pois a algum tempo estava querendo fazer algumas coisas que eu via na internet e acha tudo muito lindo. Na atual conjuntura financeira, a chance de comprar uma máquina era nula. rsrsrs
Então fiquei tooooooooooooooda empolgada. No dia seguinte que a máquina estava já na minha casa, resolvi que ia mexer com ela.
Então fui. Preparei a mesa da sala de jantar com os materiais que poderia usar, como linha, tesoura, tecidinhos e etc., e também coloquei a máquina e liguei na tomada.
"Uauuuu é agora" pensei!
Antes de sentar em frente da máquina, fui na cozinha para beber água e fui ao banheiro, afinal depois que eu estivesse frente a frente...téti a téti...face a face com a bicha, não ia sair dali por nada!!!

Então tá. Agora vai! Sentei em frente. Me senti poderosa com todas aqueles materiais e uma agulha linda, brilhante, ponteaguda para costurar tudo aquilo que a minha imaginação mandasse.
Ok! Por onde eu passo a linha??? hummm acho que é por aqui. Bom, ainda bem que a bobina está cheia. Assim não preciso aprender a encher ela agora.
Tecidinho a postos. Linha no lugar (eu acho) e agora é só pisar fundo no pedal....deve ser fácil, igual no carro!!!
Não deu 3 movimentos da agulha e a linha arrebentou. "Ué. O que fiz de errado?". Coloquei novamente, pisei denovo no pedal e adivinha?! Arrebentou novamente!!!
Depois de algumas tentativas, resolvi ler o manuel, já meio sem paciência - confeso. Após ler todas as instruções que me interessavam (é claro que eu só li a parte que dizia "Como por linha na agulha") tentei novamente, mas vi que eu estava fazendo corretamente.
Insisti...arrebentou novamente.

Entrei na net e encontrei a Zulma online e é claro que pedi ajuda pra ela. Imaginem vocês, aulas de como colocar a linha da máquina via MSN. Foi mais ou menos assim:
Zulma: - Faz assim, tem um pininho aí em cima, coloca o carretel lá. Agora vc passa a linha por onde está indicando.
Eu: - Mas Zulma, não está indicando aqui!
Zulma: Tem que estar. Vai com calma. Tente novamente.
Eu: Ai que raiva!!
Zulma: Já falei. Calma! Com raiva vc nao vai chegar a lugar algum.

Desisti naquele dia. Fui dormir inconformada.
Dia seguinte, liguei para a minha amiga - dona da máquina - para perguntar se tinha algum "jeitinho" especial de lidar com a bicha. Ela disse que não, mas que talvez seria bom fazer uma manutenção pois a um bom tempo a máquina estava parada.

Ahhhhhhhhhhhhhhhhhh
(uma luz brilhou)

Bãoooooooooooo. Pedi ajuda pra minha mae para levar a máquina para manutenção (já que estou sem carro). Eles limparam, lubrificaram, trocaram uma mola que estava quebrada e um pininho de colocar o carretel também estava quebrado e regularam para uso.
Enfim a "mánica" voltou pra minha casa.

Pensei "É hoje enfim"

Fiz todo o ritual novamente de preparação do ambiente e quando sentei em frente a ela, já com linha passada e todos os materiais a disposição.......entao....entao....
entao muchei na cadeira. Não sabia o que fazer com aquilo tudo. Me senti ridícula!!
Imaginem a imagem: eu ali, de frente para a máquina de costura. Parada. Só olhando a bichinha. E sem saber o que fazer com ela.

Aiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiii não pode ser!!!
Ok! Vamos com calma novamente! Fui pesquisar na net, mas encontrei pouca coisa para iniciante.
Encontrei um PAP bem facinho de um Porta lenço de papel. (Veja aqui)

Entao fiz cfme. instruções do PAP e saiu dois porta lenços. Achei meio sem graça, pois é bemmmmmmmmmmmmmmmmm iniciante mesmo de tão fácil que é.
Não satisfeita ainda, continuei a procura porém sem sucesso.
Peguei uma fronha de um dos meus travesseiros, virei do avesso e observei como foi feito. Yesssssssssssssssssss consegui fazer uma fronha para um travesseirinho meu!!! uhuuuuuuuuuuuuuuuuuu aí comecei a ficar feliz!!

Resolvi ler o restante do manual para aprender regulagem, encher bobina e essas coisas!! Guardei tudo e fui descansar!

Passou a semana, e no sábado daquela semana sai com outra amiga para comprar tecidinhos e descobri que em algumas lojas de armarinhos vendem moldes prontos. É só cortar e fazer (não acredite nisso)...rsrsrs
Comprei o molde da bolsa (aquela que mostrei num posts anterior). Li as instruções, mas não adiantou muito. Lá usava uns termos técnicos que nao conheço, o que dificultou um pouco. Entao fui fazendo de tal maneira que eu acha que tinha que ser. Não ficou uma perfeição, mas saiu!!!

Daí pra frente foi bem mais fácil. Fiz o jogo de cama que também já mostrei e ontem inventei mais algumas aplicações....olha só:




Algumas lições:
* Sempre faça a manutenção em sua máquina;
* Se a linha está arrebentando, algo está errado;
* Não bata em sua máquina, ela nao tem culpa (quase fiz isso...rs);
* A linha da bobina sempre acaba. Aprenda a encher o quanto antes (kkkkkkkkkkkkkkk);
* O pedal não é igual de carro.....mas pelo menos não tem que trocar marcha!!


Meninas, não sei se vão ler tudo isso, pois realmente me empolguei com a historia pois agora to dando muita risada com ela. Mas como estou vendo que muitas amigas estão ganhando ou comprando máquinas novas, talvez minha historia sirva para ajudar alguém...nem que seja só para rir comigo mesmo!!!!

Beijos e um agradecimento especial para:
Andrea - Dona da máquina e que me emprestou
Marcia - Companheira nas compras de tecidinhos e troca de ideias
Zulma - Pelas dicas no MSN
Mãe - Qeu levou a máquina na manutenção
Rozane - Que através de um comentário me estimulou a contar essa história

E é claro que a todas voces, querida amigas, que me acompanham lendo meus post, comentando, mandando emails, e me dando o prazer desta amizade!!!

Beijokas com muito carinho a todas voces!!

Nina

18 comentários:

Grá Bordadeira disse...

Ahahahaha, adoro a forma como escreve sobre as coisas! O "trágico" se torna hilário. O post serviu direitinho pra mim, que demorei SÉCULOS pra conseguir tirar carteira de motorista e agora estou em dúvida se compro ou não uma máquina de costura..rsrsrs...

Nandilene disse...

Oi amiga
Li tudo, tudinho...rsrs
Vc tem mais paciência que eu... acho que se eu tentasse e não conseguisse fazer nada, também não conseguiria dormir... é horrível quando a gente quer fazer algo e não consegue!!!!
Mas é isso mesmo, suas dicas e história são importantes para iniciantes ou não.
Parabéns mais uma vez, que lindos projetos se tornem reais na sua "mánica", hehe!
Amiga, recebi seu cartão, e nem preciso dizer que amei, obrigada pelo carinho.
Bjks

Nandilene disse...

Ah! Agora estou lendo o comentário da Grá Bordadeira, a máquina de costura eu já tenho, maridão me deu tem um tempinho, mas a carteira ainda não, morro de vontade de tirar, mas fico sempre insegura...

milena disse...

Adorei ler sua história! Ajuda a quem está iniciando. Gostei da dica do site. Seus trabalhos ficaram lindos: a bolsa, o lenços, os panos, dá até vontade de fazer tb, mas tenho que treina muito antes!!!
Obrigada pelas dicas.
Bjos
Milena

Croche da Naninha disse...

li tudinhooo sim senhorita!!!e como nao ler é empolgante todas as suas historias sempre leio tudo!! enao me canso dou muita risada pq vc transmite suas sensações e sentimentos atraves de letrinhas ameiii a sua historia!!rsrs bom ja a minha de qndo peguei na maquina a primeira vez ja foi diferente eu nao tenho um pingo de paciencia e se nao da certo largo de mao na hora rsrs ...bjocas fofaaaaaaaaaaa ja anotei seu endereço vou comprar as linhas e fazer um ate janeiro vc recebe ele ta bom???bjoca

Monique Mariana disse...

To quase me vendo a duas semanas atras qdo chegou a dita cuja(maquina) aqui em casa tbm, só que meu problema é ainda pisar fundo no pedal e a linha que não arrebenta, mais saí toda hora da agulha! hei, não fale que é facil fazer o dito cujo[2] do porta lenço, pois ate agora num sei fazer! kkk bme não tentei ainda, to sem paninhos aqui1rs mais vai ser meu primeiro trabalho tbm! fora os vestidinhos pras minhas bonecas ! rs beijokas!

Gil disse...

Adorei sua história, tb me identifiquei com ela, hahaha, eu tb estou quenem barata tonta, com uma máquina antiguinha que minha sogra me deu, sento na frente dela e me dá um branc, omas com fé eu chego lá....
E vc hem já está craque, agora é só melhorar...
Bjs.

susana disse...

kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk adoro ler suas histórias emocionantes... adorei seus trabalhos lindos, com toda certeza agora é alegria com a máquina e criatividade para realizar trabalhos lindos .
beijos..

Irma Andréia disse...

Oi Paola...
Li tudooo!!!
Sabe, que muitas vezes já me senti assim ... com vontade de bater na zigfrida rsrsrs...
Mas como vimos... a persistencia é uma de suas qualidades...
Ah, e a maquina da minha mãe que não é elétrica... tem que ser pedalando... pedalando (fala cantando que esse pedalando soa mais leve tsts) e fiz as coisas da laura tudo nela... isso quando não ficava furiosa e terminava a mão rsrs...
beijos e boa quinta pra ti...
Irma

Croche da Naninha disse...

Não eu nao tenho maquina não mais quero comprar uma no ano que vem quem sabe se a grana der rsrs a minha mãe tem uma classica mais adaptaram pedal eletrico nela sabe uniu a antiguidade com a modernidade rs uma hora dessas tiro a foto dela e posto no meu blog.eu aprendi na dela mais eu penso que o pedal dela é como se fosse o acelerador do carro e piso fundo rsrsrsrs,bjocasss

Helissa. disse...

Olá Nina!
Assim como tu deves ter dado muitas risadas contando a história, eu fiquei imaginando a cena, só que comigo....parece que eu estava me vendo maravilhada diante de uma máquina de costura(meu sonho atual de consumo, ainda terei uma).
Beijinhos e ótima quinta-feira!
Helissa.

Vivi Arteira® disse...

Imagino duas doidas tentando se entender com a maquina de costura via msn, kkkkkkkkkkk...
Bjs,...

Patricia disse...

Nina, to me vendo namesma situação, porém a minha máquina é muito antiga e pasme, não consigo fazer a bendita da regulagem dela, estou com ela a dois dias, me peguei lenso sua estória e me vendo nela rsrsrsrsrs.
To tentando achar o manual dela mais tá dificil.
beijos

Eunice Martins disse...

oi amiga quanta confusão mas no fim tudo deu certo que bom amiga,

Somos poema de Deus

Fazia eu ao Senhor
a minha oração
Deus, por seu anjo pediu-me
um poema sobre as Belezas
de toda a Criação

Quando escrevi falando do Sol,
Senti Suas mãos me aquecendo
Ao falar da lua
senti Sua ternura me envolvendo

Falando eu dos animais
sentia-O me embalar como a uma criança
Falando das árvores e das flores,
senti Seu sopro de esperança

Falando das águas,
senti Seu mergulho em mim
com Seu mistério a me proteger
Falando do céu
senti Seu azul a me acolher

Falando do fogo
senti Sua chama purificando-me o ser
Falando do ar
senti Seu sopro divino a renovar meu viver

Terminado o breve poema
Apresentei-Lhe tudo quanto escrevi
Ouvi-o então dizendo:
"Prossegue, tu não falaste de ti"



MUITO OBRIGADA POR TODO O CARINHO E APOIO.

DESEJO UM FIM DE SEMANA ABENCOADO,
COM MUITA SAÚDE,PAZ E MUITAS ALEGRIAS.
BEIJOS COM CARINHO

krystal disse...

Ola querida amiga, obg pela visita e pelo comentario.
Desejo-te tb um Natal abençoado e um 2009 muito feliz. Bjokas

krystal disse...

Well...rsss
Acabei de a historia da agulha em furia, ha 20 anos atras ganhei uma maquina divina do meu querido e falecido avô e tive o mesmo problema, para completar o tecido enrrugava todo qdo eu ia costurar, um drama. ate q vendi a maquina a minha ex-sogra com mta dor no coraçao e pena do meu avô q me deu com tanto amor. Estes dias estive a pensar em comprar uma maquina, mas tenho medo de acontecer td de novo e ficar com a bendita encostada. :(
No Brasil sei q qdo a gente compra a maquina recebe um cuso para aprender a mexer com a dita, mas aqui nao.
Vamos ver se me encorajo.
Bjs
Feliz natal.

Nile e Richard disse...

Oi amiga.nunca pensei que fosse tão dífícil assim.imagino o sufoco.Mas me desculpe tenho que dar boas gargalhadas.
Presisando de uma ajudinha ligue pro Richard.Mas não se preocupe muito está tudo fluindo maravilhosamente bem.Eu estou fazendo uma necessárie em Patchwork.Quando quizer te envio o molde e as explicações.Um bijão no maridão.Feliz Natal para voces.bjitos no coração.Nile.

Bruxinha Arteira disse...

Muito, muito, muito legal seu post. Eu felizmente não passei por isso, comecei a costurar a maquina aos 11 anos, aprendi sozinha tbm, mas li inteirinho, o manual, quase o decorei, e tbm tinha muitas revistas manequim, que havia ganho de presente de uma vizinha que e mudou, acho que de tanto ler sobre costura, quando comprei a maquina (isso mesmo, eu comprei a minha aos 11 anos trabalhando de babá, meu pai fez o carnê das casas bahia e eu paguei....rs)ja sabia tudo decor.

beijos e parabéns pelo blog, é demais